Balanço SMAGO Junho 2017

A Secretaria Municipal Adjunta de Governo – SMAGO está promovendo reuniões da Comissão de Acompanhamento e Fiscalização da Execução do Orçamento Participativo (COMFORÇA) Regional e Municipal de Belo Horizonte. Além disso, a vistoria e visitas técnicas a obras e equipamentos do OP prosseguem nas nove regionais de Belo Horizonte. Um importante resultado das atividades realizadas na SMAGO, foi o lançamento de um empreendimento do Orçamento Participativo no dia 13 de junho, na Vila Sumaré, em que foram dadas informações acerca das remoções que foram feitas para execução da obra.

Ainda nesse mês, a Gerência de Coordenação do Orçamento Participativo está dando continuidade ao projeto do OPCA (Orçamento Participativo da Criança e do Adolescente), projeto que estimula a participação cidadã de crianças e adolescentes. A partir da triagem das demandas apresentadas pelos alunos das escolas municipais participantes, para elaboração dos dados e relatório.

No dia 22 junho, a SMAGO, representada pelo gerente Pablo Figueiredo, esteve presente em uma audiência pública no bairro Betânia. Pablo relatou que houve forte participação popular da comunidade, onde mais de 40 pessoas tiveram abertura para fala, o que reforça a importância do exercício da cidadania nas decisões das demandas da cidade. A audiência foi motivada pelo impasse sobre a utilização de um terreno baldio que não é de posse da Prefeitura, mas poderia estar sendo utilizado para políticas públicas na comunidade, de acordo com a maioria dos presentes. Estava presente na mesa, o Vice-Prefeito e Secretário de Governo de Belo Horizonte Paulo Lamac.

Em continuidade às atividades, a Secretaria tem recebido lideranças comunitárias das Associações de Bairros e Vilas do município de Belo Horizonte, para esclarecimento de dúvidas e repasse de informações relacionadas aos interesses da população, como assuntos relacionados às políticas sociais e infraestrutura urbana. A SMAGO vem trabalhando para que haja um maior diálogo entre a Prefeitura e os munícipes, visando ampliar a participação cidadã em Belo Horizonte.